terça-feira, 13 de março de 2007

Mais ou Menos

Hoje acordei com uma sensação mais ou menos estranha de que o mundo era mais ou menos estranho e que eu tinha umas manias mais ou menos estranhas. Fiquei analisando esse mundo mais ou menos, onde as pessoas são mais ou menos felizes, mais ou menos bonitas, mais ou menos iguais, mais ou menos... mais ou menos. Senti falta das coisas mais ou menos completas, dos amores mais ou menos eternos e dos beijos mais ou menos inacabáveis. Lembrei com dor que a gente mais ou menos se conheceu, mais ou menos se amou, mais ou menos se casou. Fiquei com saudades das nossas conversas que duravam mais ou menos a noite toda, das nossas brigas que sempre terminavam mais ou menos.
Quando você partiu, levou com você o cara mais ou menos seguro, deixando uma pessoa mais ou menos triste, mais ou menos sozinha, mais ou menos amarga, mais ou menos intelectual, mais ou menos exigente.
A única coisa que você mais ou menos não levou contigo foi a minha vontade de ser mais e de amar uma pessoa que seja mais e não mais ou menos assim como você.

Thiago Eury

Um comentário:

Sthevan disse...

Muitos mais ou menos são mais do que menos.
Você sabe.
E às vezes os mais ou menos se tornam suficientes.