quarta-feira, 31 de janeiro de 2007

Sobre Estar Sozinho...

Estava conversando com o meu terapeuta sobre estar sozinho (Sim, escrevi isso para dizer que sou neurótico e faço terapia).
Criamos realidades aparentes por nos parecer situações sólidas, perfeitas e felizes. A realidade parte da nossa imaginação, podemos não estar aqui e nossa realidade pode estar em nossos aparentes pensamentos, quando nos questionamos onde estamos enquanto dormimos, podemos estar fazendo o mesmo inconscientemente enquanto aparentamos estar acordados. A realidade pode nos parecer concreta devido ao que acreditamos que seja.
Nossa realidade foi completamente imaginária, então estar sozinho não muda nada, conheço bem esta situação e vivi mais tempo com ela do que com você.
Negamos aquilo que tomamos como real para nos enganarmos e esquecermos o que tomamos como correto, ou seja, você sabe que não te tirei do meu mundo real por estar te negando, mas ainda bem que com a negação vem o esquecimento e a partir daí não escreverei mais textos para negar sua existência, pois você nunca terá existido.
Estou sozinho na realidade de vocês, porém estou muito bem acompanhado com a sua ausência na minha realidade.
O que seria das minhas neuroses (que me inspiram) sem a sua negação?
Realmente não sei, enquanto não acho meu amor verdadeiro te uso para criar textos infelizes, irônicos porém legais para poder achar a minha alma gêmea e sei que em alguma parte desse mundo imundo o meu amor também usa outros falsos amores à minha procura.


Thiago Eury
29-01-07

2 comentários:

Carol Siebra disse...

Tbm eh fato da sua imaginaçao falar q está "à procura",pq realmente n estás à procura..
Podes estar aberto a ela..
mas n à procura..
à procura está kem nesse momento esta rodando o mundo para encontrá-la...e tu,estás aí,paradinho esperando ela aparecer e ser bem aceita.
Só um leve comentário..pq certas vezes na vida pensamos q estamos construindo e lutando por algo,mas na verdade estamos parados e enraizados num lugar,e nem sequer damos conta disso!
Nunca pensei q mobilidade e pensamento andassem tao colados,;)
=*
saudades grandes!

bel disse...

Nada como se apaixonar perdidamente por uma mentira.
Chorar lágrimas de mentira, chorar lágrias pela mentira.


=*