terça-feira, 24 de outubro de 2006

Mais um texto para você

Você nunca percebeu que eu mordo minha boca quando estou nervoso
Você nunca percebeu que eu choro silenciosamente enquanto falo contigo
Você nunca percebeu que eu sou sempre seu
Você nunca percebeu que eu não deixo de te perceber
Você nunca percebeu o que eu tenho medo
Você nunca percebeu que eu acabei de perder meu melhor amigo
Você nunca percebeu que eu olho para o céu todas as noites
Você nunca percebeu que eu fico te olhando dormir
Você nunca percebeu que eu fico tão sozinho esperando você chegar
Você nunca percebeu que eu bebo até o próximo dia
Você nunca percebeu que eu prefiro o dormir ao acordar
Você nunca percebeu que eu prefiro ficar sonhando a não te ter
Você nunca percebeu minhas roupas rasgadas
Você nunca percebeu meus textos, que eu faço para você
Você nunca percebeu meus cigarros no seu cinzeiro
Você nunca percebeu eu te ver trocando de roupa, antes de você ir embora
Você nunca percebeu meu sorriso disfarçando a dor que eu sinto por dentro
Você nunca me percebeu, enquanto eu te percebo
A cada dia que passa, um pouquinho mais.


24-outubro-2006
Thiago Eury

2 comentários:

izabel disse...

liiiindo
;*

Doug disse...

Mais é um poeta lalalala

sou seu fã de carteirinhaaa^}